Archive for the 'Aquilo Que Chamamos de Tv' Category

Mortes no mundo do entretenimento.

Antes de mais nada : SIM, O BLOG ESTÁ VOLTANDO!

Não sei em quanto tempo estaremos 100% de volta, e também não sei como vou fazer isso, até porque minha influências, motivações e opiniões que eu tinha há 4 anos atrás quando comecei esse blog mudaram em sua grande maioria. Mas relaxa, continuo o mesmo idiota com piadas idiotas que vocês adoram.

To mandando esse texto aqui de início pra ver se ainda tenho aquele “talento” de escrever sobre qualquer coisa. Enfim, espero que gostem.

Não esqueçam de compartilhar o texto e o blog pros conhecidos, e se tiver interessado pode comentar no fim do post, sempre vou estar lendo e respondendo.

                                                    *****

Esse texto não vai ser nada como os antigos, não tem piada aqui, vou recomeçar o blog com um assunto triste e que mexeu com mundo nos últimos dias.

A perda de um familiar ou amigo próximo é muito dolorosa e requer um amadurecimento de cada um como pessoa pra lidar com tamanho baque na sua vida. Em 2008 perdi pela primeira vez alguém próximo, e agora em 2013 perdi meus avós. A morte é algo com a qual ninguém esta preparado pra lidar, apesar de ser a única coisa certa nessa vida. E agora em 2013 pude perceber como o ser humano sente não apenas a morte de conhecidos, mas famosos que admiramos também.

Continue lendo ‘Mortes no mundo do entretenimento.’

O fim da era Sheen

Ele é um grande ator americano, que ficou muito mais famoso após participar de um seriado em que ele era o personagem principal, ensinando em cada episódio lições de vida para todos seus telespectadores.

Se você pensou em “Dr. House”, morra. Tou falando de Charlie Sheen, ator principal de “Two And a Half Man”.

Charlie Sheen e Charlie Harper(seu homônimo no seriado) são exemplos de como um homem de verdade deve ser. Se você tem dúvidas sobre qualquer coisa, se pergunte primeiro “O que Charlie Sheen faria?“, que você estará no caminho certo.

– Partindo da idéia de que vocês já conhecem o seriado, pularei a parte que eu explico o que é “Two And a Half Man”.

Sheen, após ter escândalos pessoais divulgados na mídia – lê-se descobriram que ele levou uma atriz pornô pra um motel totalmente doidão e quebrou o quarto todo – e criticar abertamente o produtor e criador da série (Chuck Lorre), foi demitido do seriado em que tanto fez sucesso durante 8 temporadas.

Um homem comum ficaria triste, atordoado, talvez até chorasse e implorasse seu emprego de volta. Sabe o que Charlie Sheen fez?

Ele viajou para uma ilha deserta em seu jatinho particular com sua ex-mulher, sua namorada e a amante – que é atriz pornô – para o que deve ter sido provavelmente uma orgia sem tamanho.

Preciso dizer mais alguma coisa para comparar-lo com um semi-Deus?

Mas parece que realmente a Era Sheen chegou ao seu fim. Nessa semana foi anunciado o novo ator que entrará no lugar de Charlie Sheen na série: Ashton Kutcher.

*Pausa para os gritos histéricos das garotinhas.

Sim, o marido da Demi Moore substituirá Charlie Sheen e vai fazer o papel de um cara pegador e galinha cheio da grana (creio eu). E eu sinceramente não sei se comemoro ou choro com essa notícia. O fato de que Charlie não será mais visto nas telas de nossos televisores é algo a ser lamentado, mas a contratação de Kutcher mostra o valor que eles tão dando a série.

E se você não sabe, Ashton Kutcher começou sua carreira na televisão participando de um seriado de comédia chamado “That’s 70’s Show” quando ainda era um adolescente de uns 20 anos. Ou seja, suponha-se que ele não estranhará esse tipo de trabalho.

No comunicado feito pelo diretor Chuck Lorre, está estipulado que Ashton receberá algo entre US$ 625 mil e US$ 900 mil por episódio – sem contar participação nos lucros.

Agora é esperar e ver se ele irá vingar no lugar de um dos grandes atores dos ultimos tempos, apesar de o próprio Charlie ter declarado que o seriado vai afundar com Ashton Kutcher, apesar de o considerar um ótimo ator.

Por outro lado, pra quem já fez “Cara Cadê Meu Carro?” não há nada a perder.

Desenhos/séries que marcaram minha infância.

A  infância de uma pessoa é uma era mágica que nunca mais irá voltar. Eu só tenho 17 anos e já estou bem ciente disso, então não é crise de meia-idade. Várias são as vezes que paro pra lembrar de como era bom ser ingênuo e não ter obrigação nenhuma com porra nenhuma. Algumas pessoas tem tanta saudade da época de criança que continuam agindo como uma mesmo depois dos 15 anos – VIRA GENTE PORRA!!

Vários são os motivos pra se sentir saudades dessa época – que gosto de chamar de “época que você não deu valor e hoje se fode”, mas acho que não pegou – e um desses motivos são os desenhos da nossa época de criança. Até porque, quem tem mais de 10 anos ai têm que concordar comigo de que os desenhos de hoje são o cocô do cavalo do bandido que fugiu do Cruzeiro.

Pensando nisso, resolvi falar aqui os 5 desenhos/séries que mais marcaram minha infância. Se não me engano já fiz um post parecido com esse antes, mas ele foi excluido pelo wordpress – obrigado filhos da puta – então dane-se:

Continue lendo ‘Desenhos/séries que marcaram minha infância.’

Prêmio multishow, um fiasco.

Por Barbosa

Esse é o primeiro post decente (pelo menos a intenção era essa) que eu faço desde a minha ausencia, então prestigie filho duma meretriz.

Pra começar, você sabe o que diabos é o Prêmio Multishow?

É simplesmente mais um evento anual em que cantores, cantoras e bandas são homenageadas com um prêmio em diferentes categorias.  As categorias vão de melhor cantor à menos pior banda. Mas o real motivo desse tipo de evento é reunir os artistas para todos comerem comida de graça enquanto assistem premiações com a bunda na cadeira.

E como de costume, há dois apresentadores principais, que nesse ano foram a Fernanda Montenegro – que ta sempre nessa joça – e o comediante, filho do Chico Anysio, Bruno Mazzeo. Só a presença dele já me animou, sou um grande fã dele, tem talento nato de comediante assim como seu pai. Então decidi assistir essa porcaria.

Me arrependi amarguramente.

Continue lendo ‘Prêmio multishow, um fiasco.’

Ta tudo dourado.

Nesta ultima terça-feira ocorreu depois de três meses a tão aguardada final do BBB, em que tivemos Ivete Sangalo animando o pessoal com as suas musiquinhas de axé pra lá de manjadas.

A melhor coisa – ou ‘menos pior’ – é rever aqueles participantes que sairam e não fizeram nenhuma falta e que você nem lembrava o nome. Por exemplo, tomei um susto ae ver o travecão Joseane junto com o resto do pessoal, ou então o bahiano – axé – dread – ó pai ó – do Uilliam.

– “Ó pai ó”

Continue lendo ‘Ta tudo dourado.’

Era uma vez um BBB 10.

É claro e óbvio que quando correram os boatos que nesse big brother haveria dois gays e uma lésbica o povo em sua maioria pensou “Ah que merda, virou putaria, não vejo essa porra, ta mais pra BBG do que BBB!”, mas não por ser preconceituoso (não todos) mas sim por causa da imagem de normalidade daquela situação que iria ser passada para o Brasil e até para crianças, que apesar desse programa ser depois das 22 horas, tem muitos pirralinhos que assistem.

Mas com o tempo todos se renderam e começaram assistir o programa, por curiosidade mesmo, e perceberam que essa edição não seria tão ruim assim não.

Logo no primeiro dia, aliás, no primeiro momento dos novos participantes dentro da casa, eles tiveram uma surpresa: todos foram divididos em cinco tribos de três: os sarados, os belos, os cabeças, os coloridos e os ligados; Logo em seguida foram avisados da novidade desse programa: antigos participantes teriam uma segunda chance. A partir daí ficou mais interessante, diferente, apesar de ter sido uma das maiores burradas do Boninho, porque se essas pessoas não foram aceitas antes, porque seriam agora?

Continue lendo ‘Era uma vez um BBB 10.’


Follow Politicamente Corretos 4.0 on WordPress.com

Visitas

  • 126,594 Bizoiadas

Destaques

Desenhos/séries que marcaram minha infância : Você têm saudades de quando era criança? Então saiba aqui os 5 desenhos que sinto mais falta;

Caos no Rio de Janeiro : Saiba tudo o que aconteceu quando houve a grande guerra entre o morro e a polícia carioca, além da tomada do Alemão;

Prêmio multishow, um fiasco : A versão 2010 do prêmio que premia as melhores bandas e cantores do Brasil foi um tanto quanto estranha. Saiba porquê.

-Mais dos melhores posts você vê aqui


%d blogueiros gostam disto: