Luz, câmera, ação.

Como eu já falei num post aqui no ano passado, as notas de inglês que recebo na minha escola são puramente trabalhos que a professora passa, a maioria em cartaz.

E também já postei aqui sobre ano passado, quando essa professora resolveu dar como trabalho a gravação de um clipe de uma música qualquer – em inglês, óbvio – que seria apresentado para outras turmas depois.

Na ocasião, deixei claro pro meu grupo que a melhor coisa a se fazer era atuar, e não dançar, pois teriamos que ficar ensaiando e decorando passos, o que não seria legal. Eles deram um singelo foda-se para minha opnião e resolveram dançar Jai-ho, das Pussycat Dolls.

O resultado foi mais ou menos o que eu já esperava: TODOS os outros clipes da nossa turma foram de atuação, e só o nosso dançando. E ficou uma merda. Aliás, eu dançando ficou pior ainda. Esse era um dos motivos de eu não querer dançar, mas enfim.

Esse ano a professora resolveu pedir esse trabalho de novo, já que os do ano passado ficaram legais. E dessa vez meu grupo não irá dançar. Sabe por quê?

Porque não tem mulher no grupo dessa vez. Simples assim. Mulheres atrapalham (algumas, não todas. Por favor não me xinguem garotas) querendo dançar e acham que nós homens temos a obrigação de dançar igual o Justin Timberlake ou Chris Brown.

No grupo somos 4 homens e parece que o mais interessado mesmo no clipe sou eu, então quem tá meio que coordenando tudo soy yo. Até pouco tempo eu tinha certeza que faríamos o clipe que eu queria fazer ano passado, The Rock Show do Blink-182. Mas eu fiquei meio na dúvida nos últimos dias depois de ver dois clipes – os dois coincidentemente da mesma banda: Foo Fighters.

Eu tou levando muito em conta a facilidade com que faríamos o clipe (lugar, figurantes, etc e tal), o humor contido no clipe e a fodacidade da música e o clipe juntos. E tou um pouco inclinado a escolher um certo clipe, o qual não falarei pra não estragar a surpresa.

Porém, não tenho certeza de nada ainda. Então resolvi pedir a opnião de vocês sobre qual dos três clipes a seguir eu devo fazer com o meu grupo (que aliás consiste de Caio, Pedro e Rodrigo):

Blink-182 – The Rock Show

Eu tive a idéia de fazer esse clipe pelo simples fato de que os integrantes da banda não fazem nada além de merda nesse clipe. Cara, fazer merda é algum comum da natureza de qualquer adolescente de 15 pra 18 anos.

Os contras desse clipe é que nós não temos o dinheiro que esses caras tiveram pra gastar no clipe. Nosso orçamento é de no máximo 6 reais, 33 centavos e um vale transporte. E outro problema é que as besteiras que eles fizeram eram de alto nível. Nós não temos como fazer igual, então teriamos que readaptar para o nosso grupo.

Foo Fighters – Breakout

Escolhi esse principalmente por causa do humor. É um clipe antigo mas com um humor bem atual e essa música é viciante. Também gostei da idéia de fazer cenas em que dividisse a tela entre os quatro integrantes do grupo cantando a música pra câmera, igual tem em algumas partes do clipe original.

O problema é o lugar onde gravaríamos. Como vocês devem saber, no Brasil não existe cinemas nos estilos antigos americanos, em que o povo via o filme direto do carro. E gravar num cinema comum é impossivel, pois não deixariam a gente gravar la dentro – iam achar que estávamos gravando o filme e nos expulsariam da sala.

O único jeito seria modificar o lugar onde ocorre a parada toda, mas isso também implicaria em toda a história do clipe, o que daria um trabalho enorme.

Foo Fighters – Walk

Esse clipe é extremamente novo, sendo que foi lançado a duas semanas atrás. Igual ao outro clipe do Foo Fighters ele tem um ótimo humor, o que é ponto positivo. As situações pelas quais o vocalista passa durante o clipe seriam fáceis de recriar e até adaptar para nosso grupo.

Agora, um grande empecilho é o número de figurantes que teriamos que usar. Outro problema é o final do clipe, pois não faço a mínima idéia de onde arranjar todos os instrumentos. Mas na verdade, todos os clipes que eu to cogitando precisa de instrumentos, então isso não é desculpa. Eu acho.

Então é isso, esses são os clipes que estamos pensando seriamente em fazer. Dê ai nos comentários a sua opnião sobre qual deles é mais legal para recriarmos.

Ah, e prometo botar o resultado final aqui no blog.

Anúncios

4 Responses to “Luz, câmera, ação.”


  1. 1 lftrindade 19 julho, 2011 às 23:17

    Po a primeira nao gostei muito nao, acharia lega as duas ultimas, mas votaria na ultima, maneira 😉

  2. 2 lftrindade 19 julho, 2011 às 23:19

    e eu toparia ser um figurante, e ajudaria vcs a fazerem o video 😉

  3. 3 Gabi Casares 21 julho, 2011 às 10:20

    tem um drive-in na Ilha do Governador, cara.
    well, se precisar de figurantes, tamos aí http://s1.wp.com/wp-includes/images/smilies/icon_wink.gif?m=1301511756g

  4. 4 Gabi Casares 21 julho, 2011 às 10:22

    rs, o link no fim saiu sem querer. era pra apagar, eu me distraí
    bgs ;*


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Follow Politicamente Corretos 4.0 on WordPress.com

Visitas

  • 128,346 Bizoiadas

Destaques

Desenhos/séries que marcaram minha infância : Você têm saudades de quando era criança? Então saiba aqui os 5 desenhos que sinto mais falta;

Caos no Rio de Janeiro : Saiba tudo o que aconteceu quando houve a grande guerra entre o morro e a polícia carioca, além da tomada do Alemão;

Prêmio multishow, um fiasco : A versão 2010 do prêmio que premia as melhores bandas e cantores do Brasil foi um tanto quanto estranha. Saiba porquê.

-Mais dos melhores posts você vê aqui


%d blogueiros gostam disto: