Fui me alistar no quartel.

Como todos vocês devem saber, um indivíduo brasileiro no ano em que completa 18 anos deve se apresentar ao quartel e se alistar. O que não quer dizer que vai necessariamente servir.

Pois bem. No dia 29 de Setembro desse ano faço 18 anos e, como consequência, sou obrigado a me alistar.

Desde criança eu ouço parentes e conhecidos comentando coisas do tipo “Aaah, quando você tiver 18 anos vai ter que se alistar eeein. Vai ter que pegar o sabonete no chuveeeiro” e por aí vai. Isso me causou um trauma do alistamento militar FODIDO desde criancinha. Mas minha mãe sempre passou a mão na minha cabeça e dizia “Calma, você é filho único, existe a lei do Arrimo de Família, você não vai precisar servir e blá blá blá”.

A lei do Arrimo de Família, segundo minha mãe, era de que filho único não poderia servir ao quartel pois se acontecesse uma guerra e esse filho morresse, os pais do tal ficariam sem ninguém para consolá-los, coisa que não aconteceria se a pessoa tivesse um irmão. (?)

Mas na verdade, ano passado fui procurar na internet sobre essa lei e descobri o que ela significa:

No caso do cidadão alistado ser legalmente casado, ser pai (e possuir registro civil de nascimento dos filhos em seu nome) ou sustentar a família, poderá encaminhar processo de arrimo de família, que o dispensa do Serviço Militar.

Como vocês podem perceber, eu não sou casado, não tenho filhos e não sustento nem mesmo a minha fazendinha no Colheita Feliz. Logo, caiu por terra toda a minha esperança nessa maldita lei.

*****

Acordei cedo na segunda e tive que matar aula (olha só que pena) para poder ir me alistar. Depois de tomar um banho cheiroso e b0tar uma roupa apresentável ao quartel, peguei os documentos que tinha que levar – RG, Certidão de Nascimento, CPF, Comprovante de Residência e 2 fotos 3×4, pra quem quiser saber – e esperei meu pai chegar pra me levar. Afinal, eu não fazia a mínima idéia de aonde era e como chegar lá, só sabia que era em Madureira.

Eram 8 horas da manhã quando eu cheguei no local de alistamento e me deparei com duas filas – Uma para apresentar os documentos para o cara la guardar e depois me devolver quando fosse minha vez, e a outra fila era filha da putamente enorme, para as pessoas que estavam esperando serem chamados pra fazer todo o processo de bater um papo com os caras e preencher a ficha.

Usei todo a minha habilidade no Paint, hm’

Vocês não imaginam como aquilo se compara com um zoológico. São pessoas de vários tipos, vários visuais e todo mundo feio (afinal eram todos homens).

Tinha alguns caras lá que tinham a maior cara de “Sou do morro mermão, mexe comigo não maluco!”, outros com cara de “Sou apenas um nerd e estou com medo desse negões flamenguistas do morro”, alguns com cara “Sou playsson e vim de bermuda e chinelo porque posso, comprei na WQS”, alguns com cara “Tem muito homem junto aqui. Gostei.”, e outros que não tinham expressão alguma.

Pra minha “sorte”, fiquei logo atrás de um cara muito estranho: ele tinha cara de ter uns 20 anos e estava fazendo não-sei-o-quê lá. Ele usava o cabelo curto, mas uma barba no estilo Tico Santa Cruz, do Detonautas (aquele mesmo de “A Fazenda”).

Mas apesar de ter cara de roqueiro, se vestia como um surfista pobre.

Imagine ele com uma roupa de surfista,  blusa vermelha e short amarelo.

Depois de mais ou menos 1 hora na fila, um dos caras na minha frente têm a brilhante idéia de puxar seu celular do bolso e começar a tocar música gospel no auto-falante, no último volume.

Agora imagina a cena, você numa fila absurda, demorando pra caralho, num calor da porra, ai chega um infeliz e começa a tocar música gospel no seu ouvido. Todos da fila se viraram pra ele quando começou a tocar a música, mas o cara simplesmente ignorou. Ele só escapou de pegarem o celular e enfiarem na rabiola dele porque ele tava com a mãe e uma irmãzinha de uns 5 anos.

Outra “coisa” que eu reparei foi um cara bem playsson lá, com camisa da Quiksilver e bermuda da Volcom, que estava acompanhado de um amigo gordinho, feio pra caralho, e que pelo jeito adora dar o brioco na esquina. E pra piorar, estava com uma camisa regata do Fluminense. Significa.

*****

*Uma dica: se você não quer ser zuado num local onde os generais, sargentos e etc gostam de zuar os novatos, não vá com o seu amigo boiola.

*****

Depois de 3 HORAS na fila, finalmente entrei com mais 4 indivíduos numa sala. Nessa sala, havia um tipo de esquema industrial pra atender: haviam duas pessoas que te atendiam inicialmente pra preencher os seus dados na tela do computador e imprimir o teu CAM (Certificado de Alistamento Militar). Depois, você senta num dos bancos amarelos e vai esperando sua vez para chegar numa mulher lá, a qual vai te pedir pra assinar o teu CAM e depois pegar tua digital e passar na folha.

Ao final desse processo, a mulher diz que dia e mês você terá que se apresentar ao quartel pra fazer exames físico, psicológicos, ortodentários e etc. Eu caí pro dia 23 de Setembro, 6 dias antes do meu aniversário.

Quando finalmente consegui sair daquele lugar e parar de cheirar um fedor de gato morto, eram exatamente 11:09 da manhã.

Resumindo, se alistar não é nenhum bicho de sete cabeças, quem te atende não é nem um oficial do exército nem nada, e o clima lá ainda nem reflete o clima militar original. A foda é o tempo de demora. Não seja burro que nem eu e leve o seu MP3 pra passar o tempo.


Anúncios

17 Responses to “Fui me alistar no quartel.”


  1. 1 Will - updake 27 abril, 2011 às 21:08

    Te achei uma cara engraçado. Você deve ficar o dia inteiro em blogs de humor

  2. 3 Mestre de Cavalcante 02 maio, 2011 às 20:38

    Ah, Barbosa, você é mó chorão… Pelo menos na sua vez você não ficou esperando o portão abrir na sarjeta com aquele cheiro característico de mijo e rato morto das ruas de Madureira, hauhaaauaha. Além disso, na minha vez tinha um sujeito bem peculiar na fila. Deixa eu ver, ele tinha uns traços… uns trejeitos… hum… Ah, sim, um TRAVECO! huhaaaahuahau. Mas não se preocupa, eu deixei o seu telefone com ele. Depois você me agradece. ;D

    De boa,
    Mestre de Calvacante

  3. 5 luana soares felipe 04 janeiro, 2012 às 0:42

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eu tambem quando fui ,e alistar tinha uns cara la muito estranho so maluco msm

  4. 6 Victor Luiz 26 janeiro, 2012 às 13:45

    Qual o problema em os caras “serem do morro mesmo” ? E segundo nenhum , isso msm , nenhum Homem , menino , garoto ,moleque , gay ou qualquer pessoa , em sua sanidade mental completamente perfeita , vai se alistar com pai e mãe ! É assinar atestado de retardado ! PQP é um misto de gay com criancinha insegura ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk “esperei o meu pai ” kkkkkkkkkkkk VIADINHO DO CRL !

    • 7 Barbosa 29 janeiro, 2012 às 14:42

      Acho que você precisa re-ler o texto, em que momento eu disse que tinha problema eles serem do morro ou não? Eu só descrevi as pessoas que estavam ali. Quanto a sua segunda declaração: Você não deve ter ido se alistar ainda, se você não sabe, ali é um lugar público, em que qualquer pessoa pode entrar. E meu pai foi comigo por dois motivos: primeiro, eu não sabia onde era a bagaça e ele sabia, e segundo, meu pai tem conhecidos no exército e eu queria ser liberado, logo, ele foi comigo. Na fila tinha gente com a mãe, tia, namorada e etc. Vê se não fala merda, pegaria mal mesmo você ficar é no QUARTEL na hora de se apresentar com teu pai ou mãe la dentro (apesar de ter uma área só para os pais, mas enfim). Agora, pra você falar essa merda toda, você deve ser uma pessoa muito insegura e indecisa quanto a sua sexualidade, porque não é porque eu levei meu pai no alistamento que eu vou me achar viado. Se você tem esse problema, ai é contigo

  5. 8 Mateus Sobral 19 fevereiro, 2012 às 4:42

    Não me alistei ainda, pois só tenho 16 anos.. atualmente sou um nerd, após colocação de 4 pinos na perna esquerda e mais 6 pinos e placa de ferro na cabeça em um acidente em uma trilha de downhill. eu sou apaixonado por esportes de aventura, já voei algumas vezes de asa delta, já pulei 3 vezes de paraquedas (com instrutores), Já surfei em bodyboard, Kite surf.. quero me alistar para a brigada paraquedista, pois é uma coisa que eu realmente gosto. sendo que estive conversando com um amigo que serviu, foi aposentado a pouco tempo por atingir a idade de 30 anos. E o que ele me falou foi que os requisitos minimos para servir PQD (Paraquedista) são esses:

    No momento da seleção deverá fazer 8 barras, após isso caso tenha sido aprovado, será encaminhado para algum Batalhão da Brigada, onde deverá realizar os teste exigidos.

    São eles: Corrida de 3.200m em 12min.
    Subir na corda de 4m
    12 barras
    30 flexões
    45 abdominas supra.

    Consigo fazer todos com excessão dos 3.200m em 12 minutos, se fosse de bicicleta, faria os 3,200 em apenas 5 minutos.

    *OBS: Tenho sopro no coração, problema cardiaco no qual tenho uma arteria do meu coração com má formação, tenho desde que nasci, minha mãe e meu avô sofrem do mesmo problema, será que consigo mesmo assim servir ? Não tenho nenhum quadro de asma, alergia, bronquite..

  6. 9 Elionai 29 fevereiro, 2012 às 5:57

    valeu foi de muita ajuda !

  7. 10 erikson 19 abril, 2012 às 0:17

    .-. quando fui me alistar (semana passada) provavelmente nao tinha nenhuma expressao no meu rosto que nao fosse de tedio e conformismo, afinal exercito nao e um bicho de 7 cabecas.

  8. 11 Era 12 janeiro, 2013 às 13:42

    Hola! I’ve been reading your website for a long time now and finally got the bravery to go ahead and give you a shout out from Kingwood Tx! Just wanted to tell you keep up the excellent work!

  9. 12 Enedina 30 junho, 2013 às 3:54

    Afinal vc foi convocado p servir ou nao?

  10. 14 wesley 12 agosto, 2013 às 21:24

    vc tem 2 opeçoes si o seu pai for pika ai tu espera ele pra te leva ,, agora se seu pai for felhote nao espere i cora atrais preucure foda-se

  11. 15 edgar 22 setembro, 2014 às 18:50

    Queria saber o que significa quando no dia que fui fazer o teste físicos me mandar voltar pra fazer os exames novamente e voltar lá para fazer o teste físico de novo???

  12. 16 Danrley Ferreira D. Souza 29 setembro, 2014 às 5:15

    Caralho… eu fui em Madureira tb, na VILA MILITAR, fui com meu irmão, porq tb ñ saberia chegar lá… Eu fui no dia 18. (Exatamente no dia do meu aniversario. kkkkkkks…)
    Foi de boa, exames… nd de fica pelado, só de cueca msm…Tive que ir no dia seguinte tb.
    Eu quero servir, por isso tenho que voltar dia 14/01/15, espero que me chamem… 😀

    (Sei que o poster é de 2013, mas queria comentar. :3 )

  13. 17 Kevin Lima 04 maio, 2015 às 2:16

    vou servir amanhã 🙂


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Follow Politicamente Corretos 4.0 on WordPress.com

Visitas

  • 126,592 Bizoiadas

Destaques

Desenhos/séries que marcaram minha infância : Você têm saudades de quando era criança? Então saiba aqui os 5 desenhos que sinto mais falta;

Caos no Rio de Janeiro : Saiba tudo o que aconteceu quando houve a grande guerra entre o morro e a polícia carioca, além da tomada do Alemão;

Prêmio multishow, um fiasco : A versão 2010 do prêmio que premia as melhores bandas e cantores do Brasil foi um tanto quanto estranha. Saiba porquê.

-Mais dos melhores posts você vê aqui


%d blogueiros gostam disto: