Desenhos/séries que marcaram minha infância.

A  infância de uma pessoa é uma era mágica que nunca mais irá voltar. Eu só tenho 17 anos e já estou bem ciente disso, então não é crise de meia-idade. Várias são as vezes que paro pra lembrar de como era bom ser ingênuo e não ter obrigação nenhuma com porra nenhuma. Algumas pessoas tem tanta saudade da época de criança que continuam agindo como uma mesmo depois dos 15 anos – VIRA GENTE PORRA!!

Vários são os motivos pra se sentir saudades dessa época – que gosto de chamar de “época que você não deu valor e hoje se fode”, mas acho que não pegou – e um desses motivos são os desenhos da nossa época de criança. Até porque, quem tem mais de 10 anos ai têm que concordar comigo de que os desenhos de hoje são o cocô do cavalo do bandido que fugiu do Cruzeiro.

Pensando nisso, resolvi falar aqui os 5 desenhos/séries que mais marcaram minha infância. Se não me engano já fiz um post parecido com esse antes, mas ele foi excluido pelo wordpress – obrigado filhos da puta – então dane-se:

Kenan e Kel

“Aaaah… vamos nessa!”

Se você teve infância, você lembra dessa série. Se você não lembra, você não faz por merecer o ar que respira. Se jogue no mar com um pedra amarrada no pescoço. E de preferência num mar com piranhas.

Kenan e Kel era uma série engraçada pra CARALHO. Ela começou a ser gravada em 1996 e acabou em 2000, e era exibida aqui no Brasil pela Nickelodeon – na época em que ela ainda prestava . A série contava a história de dois melhores amigos inseparáveis que viviam se metendo em confusão. Kenan era o garoto bonzinho mas que adorava criar idéias mirabolantes e Kel o garoto retardado que sempre fazia merda e adorava refrigerante de laranja. Isso me lembra de uma fala que acontecia em todo episódio.

 

– Quem gosta de refrigerante de laranja??

– O Kel adora refrigerante de laranja!

– É verdade?

– Uhuuum. Adoro, adoro, adoooooroooo…

 

E assim o Kel era subornado pelo Kenan. Refri de laranja. Isso sim é um homem de princípios.

O Kenan (nome real do ator) trabalha hoje numa série de comédia muito famosa nos EUA chamada “Saturday Night Live”. O Kel faz alguns filmes com papéis pequenos.

Beyblade

“É a beyblaaade, beyblaaade”

Aaah esse foi um desenho estilo épic e você com certeza lembra. Beyblade conta a história de um “jogo” em que um brinquedo que parecia um pião tunado e que tem o mesmo nome da série entrava em combate com outros e liberavam criaturas com poderes chamada Feras-Bit, resultando assim numa grande batalha.

O sucesso de Beyblade foi tão grande que o marketing caiu em cima e os piões do desenho viraram realidade. Óbvio, sem a parte das criaturas. Vai me dizer que você nunca teve um desses ai

Ao todo foram 3 temporadas, sendo que no Brasil a que fez mais sucesso foi a primeira – até porque a Globo só comprou a primeira temporada, as outras duas só passavam na extinta, porém épica Fox Kids. E de acordo com uns sites ai, uma quarta temporada já foi feita e está passando nesse exato momento no Canadá e nos EUA, e tem data de chegada aqui só pro ano que vem.

Os Simpsons

“D’oh!”

Desde 1989 na tv e fazendo sucesso, “Os Simpsons” dispensam comentários. Já foram feitos ao todo 18 temporadas incessantes e todas com a mesma fórmula: Homer é um idiota, Marge é a dona de casa cuidadosa, Lisa é a nerd, Bart o muleque arruaceiro igual ao que tem ai na sua rua – e que vive quebrando vidraças e jogando o gato do vizinho na parede – e a Maggie é o colírio dos os olhos dos pais.

O único erro que vejo na série  é fazer deles um tipo de Peter Pan. Ninguém fica velho naquela porra. A Maggie continua bebê a 18 temporadas e o Bart não sai do Ensino Fundamental. Tudo bem que é pra manter a fidelidade e a fórmula da série, mas é um pouco estranho.

E pra quem não sabe, Os Simpsons já vieram ao Brasil em um episódio e geraram muita polêmica e até ameças de processo. Pra vocês terem noção, no episódio em questão eles visitão o Rio de Janeiro, o qual tem ratos e macacos andando soltos pelas ruas. Como se não fosse bastante, Homer é sequestrado por um taxista, Bart é atacado por pivetes e as apresentadoras de programa infantil parecem prostitutas – e cá entre nós, tudo isso, tirando a parte dos macacos, é bem capaz de acontecer por aqui. O episódio foi proibído no Brasil.

 

Power Rangers

“Go, go Power Rangeeeers, tã nã nã nãaa..”

Essa é uma das séries mais tradicionais da televisão, e que com certeza marcou minha infância. Se não marcou a sua, você é gay e provavelmente hoje em dia gosta de Restart.

Power Rangers é o tipo de série infantil que você viu, consequentemente seus pais também foram obrigados a ver com você, os seus filhos vão ver, e quem sabe os seus netos. Isso se o mundo não acabar em 2012, claro. Já foram feitas mais de 17 temporadas – ou mais ou menos isso – sendo que algumas foram podres, e outras foram fodas.

Pra mim, nenhuma outra temporada supera a primeira. Tudo bem que os efeitos especiais eram uma bosta, mas o fato de ser simples o tornava foda. Depois dessa temporada, todas as outras foram a mesma merda de enredo, querem apostar?

“5 jovens de alguma forma descobrem algum lugar secreto e descobrem que são escolhidos por poderes aleatórios. O mal é libertado e eles tem que lutar contra ele, durante 30 e poucos episódios. E ao longo desses episódios, mais um jovem se junta ao grupo sendo assim o 6º elemento, normalmente o Ranger branco, prata, dourado, quantum, etc e tal. No final, conseguem derrotar o mal e todos ficam felizes para sempre. “. Pronto, acabei de descrever 17 temporadas em 5 linhas.

Padrinhos Mágicos

“Eles são seus paaadrinhos, padrinhos mágicos..”

Não chega a ser um desenho tão antigo assim, é até “atual” de certa forma, mas  foi um dos melhores desenhos que já assisti.

Não digo isso por que o enredo é bom, ou por que os personagens são epics. Na verdade, só uma coisa me fazia assistir aquele desenho:

Cosmo!

Cara, ele é o personagem de um desenho mais engraçado que eu já vi. Ele é tão imbecilóide que você morre de rir com ele. A cada episódio ele falava ou fazia alguma merda que mesmo sendo simples, normalmente era hilária. Cosmo, você é meu ídolo, quando crescer quero ser igual você. -n

* * *

Então esses são os desenhos mais importantes da minha infância. Comente e fale dos seus preferidos nos comentários do blog. Agora se me dão licença, vou chorar um pouco ali no canto de saudades da minha infância.

Anúncios

6 Responses to “Desenhos/séries que marcaram minha infância.”


  1. 1 Pedro 05 dezembro, 2010 às 16:53

    Power Rangers *o*
    tu descreveu minha vida ai.
    Só que tu tem 17 anos, tu já é um idoso né :B

  2. 2 lftrindade 05 dezembro, 2010 às 20:37

    cara, era oq mais gostava tbm.
    cara eu tive muuuitas bleyblade, umas 10,e eu vi as outras temporadas na fox kids hahaha
    adorei todos esses desenhos cara.

  3. 3 Lucas de Castro 06 dezembro, 2010 às 18:30

    Eu era muito fã de Beyblade, tinha muitas, e ainda tinha o lançador mais foda kk

    E tem também o Yu-gi-oh, esse acho que marcou minha vida mais que o Beyblade rs

  4. 4 Guilherme 12 dezembro, 2010 às 17:25

    po falto pokemon, digimon e medabots cara rs

  5. 5 Simões 13 dezembro, 2010 às 16:16

    faltou laboratorio de dexter, jonny bravo e coragem o cao covarde huahuahuahua.. ah e dragonball

  6. 6 lucas thanan 11 julho, 2015 às 18:26

    Os meu 5 desenhos /series preferidas
    São
    1-power rangers
    2-pokémon
    3-kenan e kel
    4-dragon ball z
    5-one piece

    Uma dica para não sentir falta da infancia é só continuar assistindo desenhos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Follow Politicamente Corretos 4.0 on WordPress.com

Visitas

  • 128,346 Bizoiadas

Destaques

Desenhos/séries que marcaram minha infância : Você têm saudades de quando era criança? Então saiba aqui os 5 desenhos que sinto mais falta;

Caos no Rio de Janeiro : Saiba tudo o que aconteceu quando houve a grande guerra entre o morro e a polícia carioca, além da tomada do Alemão;

Prêmio multishow, um fiasco : A versão 2010 do prêmio que premia as melhores bandas e cantores do Brasil foi um tanto quanto estranha. Saiba porquê.

-Mais dos melhores posts você vê aqui


%d blogueiros gostam disto: